Notas sobre o Ensino Superior em Angola

A melhoria da educação passa pela criação de mais entidades intervenientes?

 

Parece haver uma certa confusão, causada pelo facto de se verificarem conflitos positivos de competências entre os diferentes órgãos que actuam no sector da educação em Angola, principalmente ao nível do ensino superior. Faculdades, Reitoria, Secretaria de Estado, Ministério…

 

Não estou actualizado quanto às alterações que têm vindo a ser feitas ou sugeridas pelos diferentes intervenientes na determinação do conteúdo, do sentido ou dos métodos que devem nortear a formação no país, mas preocupa-me particularmente uma coisa: há sinais de que a qualidade do ensino continua a baixar.

 

As condições de trabalho oferecidas (inclusive os salários praticados) pelos diferentes estabelecimentos de ensino superior não permitem que as pessoas com vocação para tal (outro aspecto largamente obnubilado) se dediquem exclusivamente à academia, e possam ter alguma qualidade de vida.

 Em consequência disso, os mais antigos e experientes professores, depois de terem dedicado décadas das suas vidas ao ensino – quase sem qualquer retorno – na prática, estão a sair das lides académicas e concentrar as suas energias e esforços em actividades aceitavelmente rentáveis, com vista à garantia de alguma estabilidade e sustentabilidade, para si e suas famílias. Esse quadro é ainda agravado pelo facto de os sinais dos tempos apontarem para o sentido de os dias que se aproximam virem a ser marcados pelo recrudescimento do liberalismo mercantil, com fortes marcas do monetarismo. Está-se a assistir à agonia (a beira do sacrifício) da vocação social das comunidades organizadas, incluindo a estadual. 

Ao mesmo tempo que as universidades perdem os professores mais experientes, mesmo antes desses poderem passar o seu testemunho, (até em Angola não se cultivou o hábito, ou não havia muita possibilidade de os académicos transformarem os seus pontos de vista científicos, objectivamente ajuizáveis por terceiros, em livros – o que poderia promover a passagem de testemunho, mesmo sem um contacto pessoal), os novos docentes são obrigados a suportar pesadas cargas.

 

Este cenário parece sugerir ou permitir-nos presumíveis a deformações no processo de crescimento dos novos valores do mundo escolástico angolano. Grande parte dos novos docentes têm de fazer esforços quase sobre-humanos para que tenham tempo (quando o conseguem) para aprofundar os seus pontos de vista sobre o ramo do saber em que leccionam e adquirir conhecimentos novos, eventualmente com base nos ensinamentos dos seus predecessores. Quase no mesmo momento em que abraçam a docência, já lhes é exigido um grau de desempenho e lhes é imposto um nível de responsabilidade que, em condições normais, apenas poderiam estar em condições de encarar, passados cerca de quatro anos.

 

No meio de tudo isso, há centenas de quadros a serem perdidos pela academia, em benefício de outros ramos de actividade e aplicação do segmento do saber humano em que estes se tenham formado e… o ensino superior parece encaminhar-se rapidamente para a fragilização e o domínio do formal sobre o material e efectivo.

Esta entrada foi publicada em Educação. ligação permanente.

Uma resposta a Notas sobre o Ensino Superior em Angola

  1. Júlio kamutengue N´gunza diz:

    para começar quero cumprimentar tda a equipa da comunicacao social que a cada 24 horas estao em prontidao pra informar o país e o mundo tdos os dias.
    chama-me Júlio Ngunza, nascido aos 02 e outubro de 1989, em Luanda, estou a frequentar na actualidade o segundo anos da universidade metodista de angola no curso de engenharia ambiental e gestao do territorio e tenho um trabalho individual a defender ainda essa semana que o mesmo tem um tempa bastante pertimente que é A QUALIDADE DO ENSINO SUPERIOR EM ANGOLA EM ESPECIAL LUANDA, e preciso de uma ajuda da vossa parte apesar q ja consegui reunir alguns papeis mas acho ainda pouco suficiente pra a defesa, caso ajudarem-me podem ligar pra estes seguintes contactos`: 929989786 e 923666268. Muito Obgado!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s