BANDEIRA DE ANGOLA

About these ads
Esta entrada foi publicada em Notícias e política. ligação permanente.

7 respostas a BANDEIRA DE ANGOLA

  1. Alpha diz:

    Quão ricas de símbolos e significados são as bandeiras de um País, não é mesmo, meu caro amigo? Ao ver tremular a bandeira de Angola, não pude me furtar ao desejo de conhecer-lhe o significado… E crí ser interessante fazer uma pesquisa sobre isso.Neste momento especial em que os angolanos respiram sob a égide de uma tão sonhada Constituição é bom que se olhe para os símbolos e se fortaleça mais ainda no coração dos jovens o que eles representam. Faz-se também essencial neste momento de definições internas, de projetos, de metas e objetivos – a curto, médio e longo prazos – que se entenda e pratique o lema “Virtus Unita Fortior”, o que apenas será possível com a união direcionada ao respeito aos Direitos Humanos , ao conhecimento da História da Pátria, à uma boa gestão interna e ao seguimento fiel dos Princípios que norteiam a Constituição. Vejamos agora o que encontrei sobre esta bandeira.Esta bandeira, que foi hasteada oficialmente em 11 de novembro de 1975, data histórica da independência de Angola, pode ser “lida” da seguinte forma, à época de sua criação:“É constituída por duas partes horizontais, vermelha e preta. Na metade, uma estrela, uma parte de roda dentada e um facão. As figuras são de cor amarela. O símbolo é claramente inspirado na "foice e martelo" e representava os trabalhadores agrícolas e industriais. As cores amarelas indicavam as riquezas minerais, o vermelho e o preto estava para "Liberdade ou Morte". Outras fontes interpretativas fazem remontar o vermelho para representar o sangue derramado durante a opressão colonial; o preto representaria o continente africano e a estrela amarela a solidariedade internacional e o progresso.” (http://www.ponto.altervista.org/Lugares/Bandiere/angolapt.html)Sempre a considerá-lo, meu amigo. Um sincero e fraternal abraço.

  2. Nguvulu diz:

    Leninha,Admirada amiga.Muito obrigado pelos teus sempre iluminado contributos. Na verdade, uso muitas vezes a bandeira para defender a necessidade de justificarmos o que o vermelho nela simboliza. Na verdade, os símbolos nacionais são importantes alavancas para a alimentação do amor à pátria. Que o digam as minha bebés (a Weya Wkumbi e a Wendy L\’esanju) que se põem a gritar "ANGOLA, ANGOLA…" sempre que vêm as cores do país, fruto da sua ampla utilização e divulgação durante o Campeonato Africano das Nações, que acabamos de ouvir .Já agora, que tal apreciar um pouco da imortal obra de Angostinho Neto?Com os olhos secos .Com os olhos secos-estrelas de brilho inevitávelAtravés do espíritoSobre os corpos inânimes dos mortosSobre a solidão das vontades inertesNós voltamosNós estamos regressando ÁfricaE todo o mundo estará presenteNo super-batuque festivoSob as sombras do MaiombeNo Carnaval grandiosoPelo Bailundo pela LundaCom os olhos secosContra este medo da nossa ÁfricaQue herdamos dos massacres e mentirasnós voltamos ÁfricaEstrelas de brilho irresistível com a palavra escrita nos olhos secos-LIBERDADEhttp://www.agostinhoneto.orgOriginal dactilografado. Arquivo fls.219/220

  3. Alpha diz:

    Admiráveis e proféticas palavras de Agostinho Neto… Obrigada.

  4. Unknown diz:

    SOBRE A EMIGRAÇÃO DOS AFRICANOS PARA A EUROPACaro Amigo Nguvula MakatukaCom algum atrazo aqui está o que penso sobre este assunto:Quando cada um de nós cidadãos começarmos a assumir a nossa soberania individual é claro que esta situação deixará de existir. Primeiro achamos que os outros são sempre os culpados dos nossos problemas, depois achamos que os outros devem resolver os nossos problemas e sempre achamos que os outros são melhores que nós, que os países dos outros são melhores que os nossos, por isso tentamos ser os outros nos países dos outros, resultado: mais dependência e mais miséria. E tornamo-nos inimigos de nós próprios e das nossas pátrias.É só ir à Europa e ouvir os nossos conterrâneos falar das nossas terras: criticam tudo e todos mais dos que os que não são de cá (tanto os que estão bem como os que estão mal a receita é a mesma)Falta-nos orgulho de sermos o que somos. Falta-nos coragem de lutar pelas nossas pátrias nas nossas pátrias.Somos cobardes na essência da nossa origem, temos vergonha de ser e estar na nossa própria Pátria. Os outros roubaram, roubam e continuarão a roubar se não assumirmos com orgulho o que somos, se não assumirmos com garra a nossa soberania individual tornando-nos verdadeiros cidadãos, fortalecendo a soberania da nossa Pátria, criando com trabalho, sacrifício e abnegação condições para nós e para os nossos filhos no nosso solo Pátrio.Bjo

  5. Nguvulu diz:

    Menina Kuroka,Tas boa?Muito obrigado pelo teu comentário/contribuição sobre este tema.Seria muito bom que visitasses mais vezes este meu cantinho. As tuas ideias hão de certamente ajudar para que estas discussões de mostrem socialmente úteis e, quiçá, ajudem a melhorar comporamentos e atitudes.Não assinaste a tua entrada, mas também não tinha como confundir a tua peculiar forma de argumentar. Obrigado pela força e pelo carinhoBeijoPS: Reparaste que escreveste "Nguvula" em vez de "Nguvulu"? O meu avô, de quem herdei o nome, deve estar às voltas na sua tumba, algures no Wambu (risos)

  6. PROFESSOR diz:

    Meu caro Nguvulu.A Nova Lei Magna da República de Angola é uma conquista do povo, assim como foi a Independência do jugo português, lá pelos idos de 1975. Esta conquista, longe de ofuscar o brilho e contributo da figura exponencial do Dr. Agostinho Neto e companheiros de luta para que tivéssemos uma nação soberana, realça ainda mais a sua presença no Pantheon dos Heróis da Pátria. E assim, de conquista em conquista, vai se construindo a história. Por isto sonhou, lutou e morreu o grande Herói!Sobre esta bandeira que tem uma ligação inescapável com a do M.P.L.A. e nem poderia ser de outra forma, é mais do que certo que a médio prazo será substituída por outra. Não vou entrar no mérito da questão. Permito-me apenas dizer que este também é um assunto exclusivo do povo soberano da nação amiga. Quando vejo um bom número de vexilógrafos de outras nações se pronunciar sobre o assunto e até apresentar o desenho da nova bandeira angolana fico a pensar se não estão indo longe demais. Um novo símbolo-maior da pátria pode ser adotado, no entanto que sejam os filhos da Pátria que decidam sobre esta questão!Receba o meu fraternal abraço!

  7. Emanuela diz:

    Que legal me ajudou muito na minha pesquisa !!!!! rsrsrsrsrs

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s